1 de nov de 2016

Modelo de Redação: Dengue, Zika, Chikungunya – por que o Brasil não consegue acabar com o Aedes Aegypti?


Nos últimos meses, a nação brasileira tem vivido um estado de verdadeira calamidade pública. Transmitidas pelo Aedes Aegypti, diversas doenças têm atormentado a população de nosso país, em especial as mulheres grávidas. De fato, muito mais do que apenas causar febre, cansaço ou mal estar, o mosquito está diretamente ligado ao enorme número de recém-nascidos com microcefalia. Tudo isso, para além das questões de ordem médica e biológica, tem levantado um importante problema social e político: a ineficiência do Brasil, depois de tantos anos, nessa luta.

Em entrevista coletiva, a presidente Dilma Rousseff confirmou a ideia do ministro da saúde e admitiu que “estamos perdendo a luta contra o mosquito”. Diante dessa situação de impotência, a justificativa mais imediata e tentadora é a de culpar o Estado. Seria natural apontar a incompetência do Poder Público na gestão das unidades de saúde, a corrupção que desvia dinheiro da área, a falta de apoio a importantes pesquisas voltadas para o combate ao mosquito. Nesse sentido, argumentos não faltariam para dar base à afirmação do Governo Federal. A questão é: estaria realmente aí o nó do problema?

Na verdade, a questão da saúde não está na simples ineficiência do Estado, mas na ideia de que cabe ao Poder Público resolver tudo. De fato, criou-se a convicção de que os serviços deveriam ser garantidos a todos de forma gratuita e de qualidade. Idealmente, o setor privado se tornaria supérfluo pela completa eficiência do SUS. Na prática, uma vez que esse mundo utópico nunca se realiza, o que paira no ar é a certeza de que o governo deve absorver o máximo possível dos serviços e, portanto, de que cabe ao Estado fazer de tudo para que o mosquito não se alastre.

Essa centralização da saúde no poder público, porém, é inaceitável: ela sufoca a iniciativa da sociedade civil e a deixa refém de burocratas do Estado. Com efeito, embora seja crucial que o Estado realize políticas públicas de saúde, tais ações sempre terão um caráter subsidiário, complementar. O poder político só deve pôr as mãos naquilo que a sociedade civil não dá conta por si só.

É evidente, portanto, que a maneira eficaz de combater o mosquito não está em exigir que o Estado concentre todos os esforços, mas sim garantir meios para que os cidadãos assumam o protagonismo nesta luta. Isso pode ser conseguido ensinando técnicas de combate ao mosquito em cada casa, criando programas de subsídio para que os planos de saúde forneçam serviços a populações carentes, estabelecendo parcerias público-privadas, e premiando com quantia significativa os pesquisadores que obtiverem comprovado sucesso no estudo do Aedes Aegypti. A curto prazo, a ação direta do Estado é essencial, mas, no médio e longo prazo, só o protagonismo da sociedade civil pode render frutos.

Um comentário:

  1. Dia de Teleton..
    "Assistir o Teleton é uma lição de vida para sermos mais gratos"
    é isso que tenho ouvido e lido nas redes sociais.
    Mas será que precisa chegar esse dia para praticar o amor ao próximo?
    Ou se ama ou não se ama. Mas será que é assim tão simples? Porque como consequência vem a ação desta máxima, que é fazer ao próximo o que gostaríamos que nos fizessem. Parece um parâmetro perfeito, e provavelmente seja. Mas como fica quando não tratamos o próximo da maneira que gostaríamos de ser tratados?
    Este link é de uma guerreira que desde que nasceu vem lutando e tem conseguido. Porém ao entrar lá existem outras crianças, adultos e até animais precisando de sua ajuda,até porque hoje em dia animais tem mais valor que muito ser humano mesmo...Mas nao deixem de doar,você poderá salvar uma vida.
    Precisamos de sua AJUDA - DOE, não importa o valor, o importante é a sua DOAÇÃO DE AMOR ♥.

    https://www.vakinha.com.br/vaquinha/ajude-uma-guerreira-a-guerriar

    ResponderExcluir

♥♥♥♥♥Tenha uma vida abençoada !!!♥♥♥♥♥
-----------/♥♥♥♥♥♥♥\-----Amizade--(-♥-(-\♥/-)-♥-)
---------/♥♥♥♥♥♥♥♥♥ \----------------------(--♥-\/-♥-)
-------/♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥\-----Saúde------||-----
----@--l---D----------D---l---@----- ---------||
--\\l//l_____l__l_____l-\\l//-\\l//- ╠╬╬╬╬╬╬╬╬╬╣
================================
Obrigada por sua visita!
Para que eu retribua seu comentário, favor deixar o link do seu Blog. Para troca de seguidores, deixe seu nome de seguidor do Blog e o link. Para troca de comentários, deixe o link do post que quer que eu comente. Sua presença enriquece meu Blog. Sua companhia alegra minha alma. Sinta-se Abraçado(a)! Volte sempre!
================================